A Cruzada das Crianças

A CRUZADA DAS CRIANÇAS

Gato que Ladra

Um dos mais estranhos episódios medievais sucedeu em 1212 e ficou conhecido como Cruzada das Crianças. Foi, muito provavelmente, um engano, mas a história que sobreviveu no imaginário popular conta que inúmeras crianças se juntaram para tomar a Terra Santa.
Neste século, temos uma cruzada moderna, de crianças, milhares delas, que decidem sair para as ruas, reclamar certas coisas (em vez da Terra Santa, uma sociedade melhor), reclamar precisamente aquelas coisas que os adultos já perderam capacidade de exigir, mas que as crianças são perfeitamente capazes de saber expressar. Coisas essenciais que passamos a achar que são utopias, desejos imaturos, falta de noção da realidade, etc.
Todos os adultos são agora confrontados com as exigências das crianças (coisas tão simples como acabar com a fome, acabar com a solidão, fazer com que o pai natal consiga chegar a África, 40 horas semanais de brincadeira, etc.), riem-se do esforço, passam-lhes as mãos na cabeça e sorriem da ingenuidade, não fazendo nada para mudar, não intervindo.

Autoria AFONSO CRUZ
Encenação RUTE ROCHA
Interpretação CRISTINA CAVALINHOS, JOSÉ MATEUS e PEDRO BARBEITOS
Música MAGO
Apoio ao movimento VALENTINA PARRAVICINI
Design de cena ANA LIMPINHO
Design de luz JOSÉ ÁLVARO CORREIA
Design gráfico JOÃO CONCHA
Coprodução GATO QUE LADRA e FUNDAÇÃO C.C.B./FÁBRICA DAS ARTES

TEATRO PARA A INFÂNCIA

JUN 08 a 16

QUA a SEX – 10H30 e 15h00
SÁB – 16H30
DOM – 11H00 

AUDITÓRIO

8€ [ADULTO] 6€ [CRIANÇA E ESCOLAS] | DESCONTOS APLICÁVEIS

50 MINUTOS

M/6

PARTILHAR