Barry White Gone Wrong

BARRY WHITE GONE WRONG

Outonalidades

O ano de 2020 começou em força e com excelentes perspetivas para os meses quentes, já com dezenas de datas marcadas! Mas em março chegou à Europa a pandemia conhecida de todos, que teve como consequência a paragem forçada de várias áreas, tendo a cultura sido a primeira a suspender atividades. Independentemente disso, os BWGW não pararam: participaram no HomeStage Festival, com um concerto em livestream, e no RhiStage, com um documentário musical que apresenta, através de videoclips, atuações ao vivo e alguns depoimentos, uma cronologia dos 10 anos da banda. Com anos de estrada, mais de 150 concertos nos últimos anos, e já com várias datas fechadas para 2021, o regresso “pós-corona” dos BWGW promete ser o melhor e mais forte de sempre!

Voz PETER DE CUYPER
Guitarra e Voz MIGUEL DÉCIO
Guitarra e Backing Vocals MÁRIO MORAL
Baixo e Backing Vocals CARLOS BORGES
Bateria e Backing Vocals PEDRO FRAZÃO
Técnico de som MANUEL SANPAYO

Barry White Gone Wrong (BWGW) são uma banda luso-belga formada em novembro 2010, numa viagem entre Oslo e Lisboa, por músicos de múltiplas origens que misturam rock, soul, blues e funk com a voz profunda e icónica de Peter De Cuyper. O nome Barry White Gone Wrong vem do título de um artigo sobre a banda anterior do vocalista Peter De Cuyper, os “Le Divan”. O autor do artigo viu a semelhança entre as vozes de Barry White e de Peter. Só que, musicalmente, a distância era imensa. Em 2011 os BWGW estreiam-se ao vivo e lançam o single “Glamour Road”. Depois de dezenas de concertos editam, em 2015, o single “Dynamite”, que chamou a atenção da rádio e da imprensa. No ano seguinte, “The Day”, canção em que Peter concilia o seu timbre possante com a voz serena e inconfundível do amigo António Zambujo. Em 2017 gravam o álbum de estreia, “Tornado”, nos Black Sheep Studios produzido por Tatanka. A primeira digressão de “Tornado” levou-os a viajar por Portugal, Espanha, França, Países Baixos e Bélgica. A tour de 2018 passou novamente por vários países europeus, e ainda por África e por festivais de verão, como Paredes de Coura. Regressam em 2019 com “Done”, o segundo longa duração, com grande difusão nas rádios nacionais e milhares de reproduções nas várias plataformas. Deste disco saíram os singles “Anonymous Believers”, “She Loves a Singer” e, já no fim de 2019, “Finishin’ Circles”, com Miguel Décio na voz principal. A tour que se seguiu teve mais de 40 datas em Portugal, Espanha e Bélgica. Numa sonoridade mais intimista, os BWGW apresentam-se, por vezes, em formato acústico, com a guitarra de Carlos e a voz intensa de Peter; ou à guitarra e duas vozes, com o timbre grave de Peter e o tom suave e melodioso de Miguel Décio.

©Fotografia JOSÉ CARLOS NERO

MÚSICA

JUN 26

SÁB – 21H00

AUDITÓRIO

10€ [PREÇO ÚNICO] | 25€ [ASSINATURA OUTONALIDADES] 

75 MINUTOS 

M/6

Assinatura Outonalidades inclui bilhetes para:
– Barry White Gone Wrong
– Emmy Curl
– Tape Junk

A reserva e compra desta assinatura deve ser feita diretamente com a Malaposta através dos seguintes contactos: ccmalaposta@gmail.com ou 212478240.

PARTILHAR