Kalyana Sougandhikam

KALYANA SOUGANDHIKAM - UMA HISTÓRIA DA OBRA MAHABHARATHA

de Shri Evoor Rajendran Pillai and Group

Draupadi tinha terminado as suas orações e preparava-se para ir para casa quando um delicioso aroma se espalhou pela floresta. Uma brisa suave soprava na sua direção e Draupadi viu uma bonita flor cair à sua frente, apanhando-a nas suas mãos. A flor era macia e brilhava maravilhosamente num tom ligeiramente dourado. Fascinada, levou a flor para casa. Ela mostrou a flor a Bheema e disse-lhe que desejava ficar com ela para si, pedindo-lhe que fosse à procura de flores iguais. Bheema, que gostava muito da sua mulher, concordou em satisfazer a vontade de Draupadi. Saiu em direção à floresta e caminhou junto à margem do rio Ganges. Em breve chegou a um bonito jardim, sentindo o aroma da flor que Draupadi lhe havia mostrado, e alegremente  dirigiu-se até lá.

Subitamente, uma coisa semelhante a uma corda surgiu no seu caminho. Olhou de um lado para o outro e apercebeu-se que era a cauda de um macaco velho deitado junto à estrada. Bheema chamou o macaco diversas vezes, mas não obteve qualquer resposta. Pensando que o macaco era surdo, uma vez que era tão velho, Bheema falou-lhe em voz alta. O macaco então perguntou-lhe quem ele era e o que queria, alertando Bheema para o facto de aquele lugar ser perigoso. Com uma gargalhada, Bheema explicou-lhe que era Vayuputhra, filho de Vayu e irmão do forte Hanuman.

O macaco questionou-o novamente em relação ao que ele estava ali a fazer. Contrariado, Bheema explicou que vinha buscar flores para a sua mulher. Bheema pediu-lhe para se desviar do seu caminho, mas o macaco argumentou que estava demasiado cansado para se mover. Com a ajuda da sua maça, Bheema tentou afastar a cauda do macaco, não conseguindo movê-la nem um centímetro. Tentou então usar toda a sua força para mover a cauda, até ficar estoirado. Perante o falhanço, sentiu-se muito envergonhado. O velho macaco mostrou-lhe então o seu verdadeiro “eu” (Swaroopa) e Bheema apercebeu-se que era nada mais nada menos que o seu irmão Hanuman! Bheema caiu aos seus pés e pediu-lhe perdão. Após falarem durante algum tempo, Bheema pediu a Hanuman para lhe satisfazer um pequeno desejo: testemunhar a sua forma física quando este galgou o oceano para encontrar Sita Devi em Lanka. Hanuman concordou e mostrou-se nessa forma. Bheema sentiu-se feliz e caiu a seus pés. Hanuman desapareceu e Bheema dirigiu-se ao jardim em busca da flor Sougadhika.

Shri Evoor Rajendran Pillai, atual diretor da NATA (National Academy of Temple Arts), em Nova Deli, é um reputado artista na arte de Kathakali. A sua qualidade e perseverança dão-lhe todas as aptidões para representar todos os tipos de personagens de Kathakali. Foi galardoado com vários prémios de prestígio, como o Kalashree Award, o Kala Jyothi Award, o Natana Visharad Award, entre outros. Escreveu e coreografou “Karnothbhavam”. Também atuou no famoso Khajurao Dance Festival em Bhubaneswar, em 2010. Interpretou diferentes personagens em peças inglesas, como “Macbeth”, “Othello”, entre outras. Tem atuado em diversos países como E.U.A., Brasil, Espanha, Holanda, Reino Unido, Croácia, Suiça, entre outros.

Com
Mr. RAJENDRAN PILLAI SREEDHARAN PILLA
Mr. ARUN REMESAN
Mr. VIJAYAN GOPINATHAN
Mr. ARJUN RAJ
Mr. SUDHEESH AKKUNNATH
Mr. VINOD KUMAR VAKKAYIL VASUDEVAPANICKER
Mr. SAIKUMAR CHANDRAN
Mr. SUDHEV VARMA

DANÇA

2019 | SET 12

QUI – 21H30 

AUDITÓRIO

12€ | DESCONTOS APLICÁVEIS

90 MINUTOS

M/6

PARTILHAR