Ciclo O Cinema e o Desejo

CICLO O CINEMA E O DESEJO

Nove clássicos do Cinema no Centro Cultural da Malaposta com curadoria de Filipe Raposo

“Os irmãos Lumière iniciam-nos na grande aventura da história do cinema. Para além de serem os inventores do cinematógrafo são também os primeiros cineastas de sempre. Convocam como primeira personagem do cinema – a multidão – no primeiro filme que conhecemos: “La Sortie de L’usine”. Com estes dois irmãos, o mundo foi oferecido ao mundo, através das imagens capturadas do ocidente ao oriente. Entre o ecrã e o espectador, está a multidão que sai da fábrica, e com ela constroem-se emoções, histórias e desejos. No ciclo que vos apresento, o desejo é o leitmotiv, o fio condutor que enlaça os nove filmes propostos, do cinema mudo, com acompanhamento ao piano, ao cinema sonoro. O desejo e a construção das grandes cidades, o desejo como exercício de poder e na luta de classes, o desejo na ascensão e queda da humanidade, o desejo e a sexualidade. De Fritz Lang a David Lynch, de Vittorio De Sica a Alfred Hitchcock, de Buster Keaton a Stanley Kubrick, encontramos marcas profundas dos mais diferentes desejos que pautam a nossa existência. Filmes absolutamente obrigatórios para quem se inicia na aventura do cinema e definitivamente imperdíveis para serem revisitados uma vez mais. Sejam muito bem-vindos ao Cinema e o Desejo no Centro Cultural da Malaposta.”
   Filipe Raposo

Curadoria, Apresentação e Acompanhamento ao Piano FILIPE RAPOSO

METRÓPOLIS / METROPOLIS

SET 24 | 2OH3O | CINE-CONCERTO [AUDITÓRIO] | 12€
[Fritz Lang | Alemanha | 1927 | 153 minutos]
Uma parábola cinematográfica sobre as relações socio-laborais numa cidade do futuro. Os privilegiados e os trabalhadores, os que vivem no topo da cidade, e os oprimidos que vivem nos subterrâneos labirínticos, culminando numa reconciliação artificial entre as mesmas classes. A dialéctica máquina/homem, a grandiosidade dos cenários futuristas, o domínio absoluto da figuração, fazem de METROPOLIS a obra-prima de Fritz Lang.

Com BRIGITTE HELM, GUSTAV FRÖHLICH, ALFRED ABEL, RUDOLF KLEIN-ROGGE
Composição/Piano FILIPE RAPOSO

BARRY LYNDON / BARRY LYNDON

OUT O2 | 2OH3O | SALA DE CINEMA | 4€
[Stanley Kubrick | Reino Unido / E.U.A. | 1975 | 185 minutos]
"Não estou certo se posso afirmar ter um filme favorito de Kubrick, mas retorno repetidamente a BARRY LYNDON. Penso que é por ser uma experiência tão profundamente emocional. A emoção é transmitida através do movimento da câmara, da lentidão do ritmo. Na cadência sucessiva de imagens de rara beleza, vemos o caminho de um homem à medida que ele evolui da mais pura inocência até à mais fria sofisticação, terminando numa absoluta amargura - a materialização elementar da sobrevivência. É um filme atemorizante, pois a beleza (da luz dos candelabros) é apenas um tecido transparente sobre a pior crueldade. Uma crueldade real, que se pode encontrar todos os dias na sociedade civilizada.” (Martin Scorsese)

Com RYAN O’NEAL, MARISA BERENSON, PATRICK MAGEE, HARDY KRUGER

LADRÕES DE BICICLETAS / LADRI DI BICICLETTE

OUT O8 | 2OH3O | SALA DE CINEMA | 4€
[Vittorio De Sica | Itália | 1948 | 89 minutos]
Clássico neo-realista de Vittorio De Sica, é um dos mais belos e influentes filmes da história do cinema. Trata-se de um melodrama psicológico sobre a sociedade italiana do pós-guerra, transformado num documento social, numa tragédia moral. Um homem cujo emprego é colar cartazes pelas ruas de Roma, vê a sua bicicleta roubada (o seu instrumento de trabalho), e sai pela cidade para tentar recuperá-la. Acompanhemos o périplo deste operário e do seu filho pela cidade, num drama familiar transformado num verdadeiro ensaio sobre a sociedade italiana do pós-guerra.

Com LAMBERTO MAGGIORANI, LIANELLA CARRELLI, ENZO STAIOLA

O TERCEIRO HOMEM / THE THIRD MAN

OUT 15 | 2OH3O | SALA DE CINEMA | ENTRADA LIVRE*
[Carol Reed | Reino Unido | 1949 | 104 minutos]
Viena do pós-guerra, cidade em reconstrução e dividida entre quatro países ocupantes, é o cenário perfeito para ilustrar uma Europa destruída pela 2ª Guerra Mundial. Ao chegar a Viena, Holly Martins (escritor americano), descobre segredos sombrios sobre a vida e morte do seu amigo Harry Lime, morto em circunstâncias misteriosas. Ao decidir investigar o caso, descobre várias inconsistências nesta morte. A atmosfera noir, expressionista e misteriosa com a fabulosa fotografia de Robert Krasker fazem de O TERCEIRO HOMEM, um filme inesquecível. Memorável a personagem mistério, interpretada por Orson Welles (Harry Lime), numa aparição de antologia.

Com ORSON WELLES, JOSEPH COTTEN, ALIDA VALLI, TREVOR HOWARD

*Entrada livre sujeita à lotação da sala. É necessário efetuar reserva.

UM CORAÇÃO SELVAGEM / WILD AT HEART

OUT 22 | 2OH3O | SALA DE CINEMA | ENTRADA LIVRE*
[David Lynch | E.U.A. | 1990 | 125 minutos]
O surrealismo de David Lynch não segue regras nem convenções. Vencedor da Palma de Ouro em 1990, WILD AT HEART mistura o road movie com uma espécie de homenagem a Elvis Presley em 125 minutos vertiginosos, entre a esquizofrenia e a epifania, uma paixão dolorosa que conduz a narrativa de dois corações selvagens – tudo na obra é superlativo! Um romance dramático e perturbador de humor negro, pela mão do mestre do surrealismo cinematográfico. Um elenco absolutamente sublime num filme insólito e brutal.

Com NICOLAS CAGE, LAURA DERN, DIANE LADD, WILLEM DAFOE, ISABELLA ROSSELLINI

*Entrada livre sujeita à lotação da sala. É necessário efetuar reserva.

DIAS DO PARAÍSO / DAYS OF HEAVEN

OUT 29 | 2OH3O | SALA DE CINEMA | ENTRADA LIVRE*
[Terrence Malick | E.U.A. | 1978 | 94 minutos]
O filósofo e cineasta Terrence Malick realizou um dos filmes mais admiráveis do século XX, conquistou o Oscar para melhor fotografia com Nestor Almendros. Um filme poema sobre a vida na América. metamorfoseado numa evocação corajosa ao trabalho na viragem do século. Em 1910, um metalúrgico de Chicago (Richard Gere) depois de matar acidentalmente o seu supervisor, foge com a sua namorada (Brooke Adams) e a sua irmã mais nova (Linda Manz) para o Texas, para trabalhar na apanha do trigo. Malick captura todo este drama com uma autenticidade onírica, num filme intemporal. Uma história de amor e morte, contada através da voz de uma criança e de imagens de uma natureza esmagadora.

Com RICHARD GERE, BROOK ADAMS, SAM SHEPARD

*Entrada livre sujeita à lotação da sala. É necessário efetuar reserva.

A MULHER QUE VIVEU DUAS VEZES / VERTIGO

NOV O5 | 2OH3O | AUDITÓRIO | ENTRADA LIVRE*
[Alfred Hitchcock | E.U.A. | 1958 | 128 minutos]
Para muitos, a obra-prima de Hitchcock “um dos quatro ou cinco mais complexos, mais profundos e mais belos filmes que o cinema já nos deu” (Robin Wood). Filme símbolo que evoca o “Eterno Retorno” (eternidade circular) dos eventos que se repetem infinitamente no tempo e no espaço, talvez seja o motivo pelo o qual nos voltamos a espantar, cada vez que nos sentamos na sala de cinema, para revisitá-lo.

Com KIM NOVAK, JAMES STEWART, BARBARA BEL GEDDES

*Entrada livre sujeita à lotação da sala. É necessário efetuar reserva.

MARINHEIRO DE ÁGUA DOCE / STEAMBOAT BILL, JR.

NOV O6 | 16H3O | CINE-CONCERTO [AUDITÓRIO] | 12€
[Buster Keaton e Charles Reisner | E.U.A. | 1928 | 60’ | M/06]
Como todos os grandes atores do cinema burlesco, Buster Keaton está sempre às voltas com os objetos, desta vez um barco que desce um grande rio americano. Steamboat Bill, Jr. é a história de um marinheiro desajeitado que tenta ajudar o pai e acaba por se apaixonar pela filha do comandante de um barco rival. Depois de muitas confusões, tudo acaba com uma autêntica batalha naval. Destaque ainda para a fabulosa sequência do furacão, verdadeiro tour de force que é um dos pontos altos do cinema de Keaton. [in Folha de Sala – Cinemateca]

Com BUSTER KEATON, TOM MCGUIRE, ENEST TORRENCE
Composição/Piano FILIPE RAPOSO

CINEMA PARAÍSO / NUOVO CINEMA PARAISO

NOV O6 | 2OH3O | AUDITÓRIO | 4€
[Giuseppe Tornatore | Itália / França | 1989 | 185 minutos]
“Nenhum cinéfilo escapará ao canto e encanto dele.” Escreveu João Bénard da Costa sobre o CINEMA PARAÍSO de Giuseppe Tornatore. O cinema como símbolo de todas as proibições e de todos os perigos, da sedução e da censura, da descoberta do amor e da punição, da dimensão onírica e da dimensão mecânica, da aprendizagem e dos sonhos, da cegueira e da luz, do novo e do velho, da memória e do esquecimento, do sagrado e do profano, da saudade e do esquecimento, do abandono e do retorno, da vida e da morte, do paraíso e do inferno. A existência concentrada num só filme – das mais belas homenagens à 7ª arte.

Com PHILIPPE NOIRET, JACQUES PERRIN, SALVATORE CASCIO, MARIO LEONARDI


Filipe Raposo
é pianista, compositor e orquestrador. Iniciou os seus estudos pianísticos no Conservatório Nacional de Lisboa. Tem o mestrado em Piano Jazz Performance pelo Royal College of Music (Stockholm) e foi bolseiro da Royal Music Academy of Stockholm. É licenciado em Composição pela Escola Superior de Música de Lisboa. Desde 2004 que colabora com a Cinemateca Portuguesa como pianista residente no acompanhamento de filmes mudos. A convite da Cinemateca Portuguesa compôs e gravou a banda sonora para as edições em DVD de vários filmes portugueses do Cinema Mudo, em 2017 “Lisboa, Crónica Anedótica” de Leitão de Barros, tendo ganho uma Menção Honrosa no Festival Il Cinema Ritrovato em Bolonha, em 2018 “O Táxi n.º9297” de Reinaldo Ferreira, em 2020 “Frei Bonifácio” e “Barbanegra” de Georges Pallu. Em nome próprio editou os discos “First Falls” (2011) – Prémio Artista Revelação Fundação Amália, “A Hundred Silent Ways” (2013), “Inquiétude” (2015), “Live in Oslo – Rita Maria & Filipe Raposo” (2018), “ØCRE” (2019) e “When Barroque meets Jazz” (2020).

© Fotografia de capa PATRÍCIA BLÁZQUEZ

CINEMA.MÚSICA

2O21 | SET 24 a NOV O6

SEX – 2OH3O
SÁB [OUT O2] – 2OH3O
SÁB [NOV O6] – 16H3O e 2OH3O

AUDITÓRIO e SALA DE CINEMA

12€ [CINE-CONCERTOS] | DESCONTOS APLICÁVEIS
4€ [SESSÕES SELECCIONADAS]
ENTRADA LIVRE [SESSÕES DE ENTRADA LIVRE]*

25,5O€
[ASSINATURA]
A Assinatura do “Ciclo O Cinema e o Desejo” inclui bilhetes para os 9 filmes apresentados.

A reserva e compra desta assinatura deve ser feita diretamente com a Malaposta através dos seguintes contactos: ccmalaposta@gmail.com ou 212478240.

*Entrada livre sujeita à lotação da sala. É necessário efetuar reserva.

PARTILHAR