Oficina de Perguntas

OFICINA DE PERGUNTAS – FILOSOFIA PARA AS FAMÍLIAS

OFICINA

ADIADO - NOVAS DATAS A ANUNCIAR EM BREVE

12€ [adulto + criança]

1 HORA
dos 4 aos 6 anos | dos 7 aos 11 anos




Nas oficinas de perguntas aceitamos o desafio para investigar, em conjunto, um problema que nos é apresentado sob a forma de pergunta. Há espaço para o pensamento crítico e para o pensamento criativo, através do jogo.
O convite é estendido às famílias: cada criança deverá estar acompanhada por um adulto (o pai, a mãe, o avô ou a avó, a madrinha ou o irmão mais velho).

"Aqui nós aprendemos o que as coisas são, o que são as palavras. andamos a ver o que existe, o que é real, explicamos as palavras e as perguntas!" - dizia o Marco, ao avaliar uma das oficinas de filosofia. Estas pretendem ser um espaço e um tempo para parar para pensar, "treinar" o olhar crítico, explorar possibilidades e investigar - em conjunto.
Nas oficinas procuramos identificar problemas, sob a forma de perguntas, para investigar em conjunto. Podemos fazê-lo através da leitura de um texto ou de uma notícia de jornal, de uma situação vivida pelas crianças ou até de imagens, vídeos. Os recursos podem ser diversos e devem ser adaptados às idades das crianças com as quais vamos trabalhar. A partir daí, constroem-se condições para o diálogo, estabelecendo algumas regras, como por exemplo, para falar, pedimos a palavra (colocamos o braço no ar).
Estas oficinas equivalem a um treino de ginásio: em vez dos músculos do corpo, trabalhamos os músculos do pensamento. Fazemos exercícios de resistência – verificamos se a nossa ideia é forte, se há boas razões para a aceitar e se resistem aos argumentos contra – treinamos a flexibilidade – será que eu sou capaz de defender o ponto de vista do outro?

Joana Rita Sousa é filósofa. Dinamiza oficinas de filosofia, para crianças, jovens e adultos, desde 2008. É licenciada em filosofia e mestre em filosofia para crianças. Gosta de colecionar perguntas e adora problemas.